10 de janeiro de 2011

Virtualmente Amando.

O amor não é somente uma palavra, é um sentimento, é querer ver a pessoa amada feliz e fazer o possível para que assim seja. Para amar não há regras, escolhas nem exceções; simplesmente acontece, e quando você vê já está amando. Não importa se mora perto, longe, se é bonito, feio, loiro, ruivo alto, baixo, se você conhece pessoalmente ou não. Tudo o que vale é o sentimento que os envolve e une-os.
No caso do amor virtual tem um pouco mais de obstáculos, pois tem a distância e o fato de, no começo, não conhecer essa pessoa, mas se o amor é verdadeiro tudo é possível. Qual amor nunca teve obstáculos? Nenhum. Sabe por quê? É simples, porque sem obstáculos tudo vira monótono e às vezes pode até mesmo afetar o sentimento. Quem é que não gosta de aventuras, de sentir medo para depois sentir alívio, passar horas planejando o próximo encontro ou então imaginando como vai ser quando estiverem realmente juntos, por tempo indeterminado?
Se você gosta desta pessoa, arrisque-se, corra, grite, pule, chore, implore, cometa erros, peça perdão, desculpe, abrace e ame. Viva os momentos em que estiver ao lado dessa pessoa como se fosse a ultima vez em que estariam se vendo.
Eu digo isso porque tenho experiência. Namoro há um ano, um mês e cinco dias, e os primeiros meses em que passei a amá-lo, foram todos virtuais. Eu conversava com ele há quase um ano já e me apaixonei, passava semanas, dias, horas e minutos pensando nele, imaginando como eu reagiria quando realmente o conhecesse, o que ele iria pensar de mim, e o que mais me atormentava era: será que ele vai continuar a gostar de mim quando me conhecer?
Com o tempo, fomos nos conhecendo melhor até chegar o dia em que nos viríamos pela primeira vez. E sabe a pergunta que eu me fazia antes? Então, a resposta é sim, ele iria continuar a gostar de mim. Hoje, quando olho para trás, pensando no que mudaria caso pudesse, eu vejo que não mudaria nada, porque minha vida hoje é como sempre sonhei. O amo cada vez mais, e sinto como se não pudesse viver sem que ele exista.
Então é isso, se você ama alguém, mesmo que seja virtualmente, faça o possível para eternizar esse sentimento, pois quando se trata de amor, tudo vale à pena.


Pauta para o Projeto Bloínquês, 41ª Edição Opinativa: Amor virtual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário